Notícia

11/07/2018 - BMW AUMENTARÁ SUA CAPACIDADE DE PRODUÇÃO DE VEÍCULOS NA CHINA

BMW AUMENTARÁ SUA CAPACIDADE DE PRODUÇÃO DE VEÍCULOS NA CHINA Imagens e fotos de carro

A BMW tem planos muito ambiciosos para reforçar sua posição na China. Junto com seu sócio local, o Brilliance Automotive Group, estabeleceu um novo acordo para consolidar a joint-venture mantida por ambas as empresas, a BMW Brilliance Automotive. O resultado mais importante desse novo compromisso não será outro que o aumento da capacidade de produção de veículos da BMW na China.

Para o próximo ano de 2019 a marca alemã espera aumentar sua capacidade de produção anual até os 520.000 veículos nas duas fábricas que a BMW possui na China, em Tiexi e Dadong. O acordo, que já foi assinado por ambas as partes, contempla também que os carros elétricos que serão fabricados em solo chinês, como o esperado BMW iX3, também serão destinados à exportação.

O caso concreto do BMW iX3 era algo já confirmado, uma vez que há mais de um mês já se sabia das intenções da BMW de produzi-lo na China e exportá-lo a outros mercados como Europa e Estados Unidos. E se lembrarmos dos planos do próprio BMW Group, o MINI elétrico também será fabricado na China. No entanto, no caso do elétrico britânico, também será produzido no Reino Unido.

A BMW vendeu na China durante o ano passado 560.000 veículos. Desse volume, dois terços deles foram produzidos pela BMW Brilliance. O objetivo é ir reduzindo essa margem para conseguir que a maior parte das unidades da BMW vendidas no mercado chinês sejam fabricadas localmente. Isso permitirá à marca reduzir os custos e ampliar suas margens.

Em maio de 2018 foi iniciada a produção na China do novo BMW X3, o sexto modelo a marca alemã monta no país asiático. Durante o Salão de Pequim 2018 que foi celebrado em abril, estreou o novo BMW X3 L, a versão longa baseada na nova geração do X3 e que será exclusiva dos concessionários chineses.

Além de suas duas fábricas para a produção de veículos BMW, a joint-venture conta com uma planta de motores e outra de baterias para os veículos eletrificados produzidos ali. Atualmente a joint-venture emprega 800 pessoas em seu centro de pesquisa e desenvolvimento. Desde o ano de 2009 foram investidos mais de 6.7 bilhões de euros em suas fábricas no país.

Autor: PlanetCarsZ