Notícia

28/07/2017 - BOLLINGER B1: UM TODO-TERRENO ELÉTRICO COM UMA AUTONOMIA DE 320 QUILÔMETROS

BOLLINGER B1: UM TODO-TERRENO ELÉTRICO COM UMA AUTONOMIA DE 320 QUILÔMETROS Imagens e fotos de carro

A Bollinger é uma jovem empresa nova-iorquina que nasceu com o objetivo de desenvolver novos veículos elétricos à bateria. Esta semana a marca organizou um evento na cidade de New York, para apresentar ao público e à imprensa seu primeiro modelo de produção. Trata-se do Bollinger B1, um autêntico todo-terreno 100% elétrico que chegará ao mercado em 2019.

A oferta de veículos elétricos é cada vez maior. Surgem novas empresas que enxergam uma oportunidade de negócio em nichos de mercado onde a rivalidade é menor. Apesar de já haver SUVs, compactos, sedans e pequenos utilitários elétricos, para encontrar todo-terrenos ou pick-ups é mais complicado. Algumas empresas oferecem pacotes com os quais é possível converter, por exemplo, um Mercedes-Benz G Class em elétrico, como já vimos aqui.

No entanto, a oferta de produtos próprios é muito escassa. É aí onde entrará em jogo o novo Bollinger B1. Um todo-terreno elétrico puro com um design um tanto peculiar, mas com capacidades e características muito interessantes. Um veículo que em princípio foi idealizado para ser utilizado em um âmbito profissional para o transporte de materiais, embora não perca seu lado aventureiro para ser desfrutado em uma escapada ao campo ou à montanha.

O carro dispõe de uma importante área de carga e em seu habitáculo podem ser acomodados até quatro passageiros. Como podemos ver nas imagens, pode ser configurado com a área de carga descoberta, ao mais puro estilo de uma pick-up, ou com um teto rígido para criar a imagem de um todo-terreno mais convencional. A bateria e o trem motriz se encontram na parte baixa do veículo, entre os trilhos do chassi.

Por todo o habitáculo a Bollinger instalou várias tomadas de 110 volts, assim como vários conectores USB. Dispõe de uma carga útil de 2.766 quilos e a altura da carroceria em relação ao solo é de 39 centímetros, embora possa incrementar-se até os 50 cm graças à suspensão ajustável. As medidas do B1 são as seguintes: comprimento de 3.810 mm, largura de 1.943 mm e altura de 1.866 mm.

Em termos de desempenho, graças aos 365 cv e 640 Nm de torque máximo, é capaz de acelerar 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e alcançar uma velocidade máxima de 204 km/h. Será oferecido com dois tipos de baterias: 60 e 100 kWh. A primeira delas oferecerá uma autonomia de 193 quilômetros, enquanto que com a de maior capacidade, poderemos rodar até 321 km com uma só carga. Graças ao seu sistema de tração total, garante uma grande capacidade off-road.

Em relação aos tempos de carga, utilizando uma toma de corrente convencional americana será de 7 horas para a bateria de 60 kWh e 12 horas no caso de 100 kWh. Se for utilizado um conector CHAdeMO DC de carga rápida, os tempos anteriores podem ser reduzidos para 45 e 75 minutos respectivamente.

Durante este semestre a Bollinger revelará o resto dos detalhes do modelo, além do seu preço. No entanto, a marca já adiantou que para o início de 2018 abrirá o prazo de reservas com um depósito prévio de 1.000 dólares, com as primeiras entregas sendo feitas a partir do primeiro trimestre de 2019. A empresa ainda está em conversações com vários fabricantes independentes que serão os encarregados de produzir o veículo.


Autor: PlanetCarsZ