Notícia

12/06/2018 - BOSCH CELEBRA 40 ANOS DO ABS

BOSCH CELEBRA 40 ANOS DO ABS Imagens e fotos de carro

A Bosch, líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços, comemora os 40 anos do início da produção em série do Sistema Antibloqueio de Frenagem (ABS). A introdução do primeiro ABS do mundo em carros de passeio foi realizada pela empresa em 1978 e tornou-se um marco na área de segurança ativa. No entanto, as pesquisas da Bosch com foco em prevenir o travamento das rodas começaram muito antes - no início do século 20 - e a primeira patente do sistema foi registrada em 1936.

Evolução e funções adicionais

O trabalho da engenharia da Bosch para simplificar a primeira versão do ABS seguiu ano após ano. Em 1989, o design compacto da unidade de comando eletrônico permitiu que a mesma fosse montada diretamente no modulador hidráulico, o que diminuiu drasticamente o peso total do ABS geração 2E.

Usando novas válvulas solenoides, foram desenvolvidas a geração 5.0, em 1993, e nos anos seguintes as versões 5.3 e 5.7. Os principais benefícios novamente foram a redução de peso e a incorporação de funções adicionais, como a distribuição eletrônica da pressão de frenagem, que substituiu a válvula mecânica de corte da pressão hidráulica, anteriormente presente do eixo traseiro.

Em 2001, a Bosch iniciou a produção da geração 8 do ABS, que foi modificada e melhorada por diversas vezes, possibilitando o surgimento de outras tecnologias, como o Sistema de Controle de Tração (TCS) e Programa de Estabilidade Eletrônica (ESP®).

Atualmente a tecnologia está na geração 9. Entre os diferenciais em relação à versão anterior estão: o sistema menor e mais leve, além de apresentar maior capacidade de processamento e redução da vibração do pedal no momento da frenagem.

Linha de produção conectada

Os sistemas produzidos pela Bosch em todo o mundo são fabricados com o mesmo padrão de qualidade por meio de uma rede internacional de desenvolvimento e fabricação.

Isso significa que a produção de freios ABS nas 11 plantas da empresa ao redor do mundo, sendo uma delas em Campinas-SP, estão conectadas. Desta forma, as unidades fabris ‘se conversam’ e qualquer ponto de melhoria identificado em uma planta é transmitido diretamente a todas as outras. Esse processo traz uma melhoria contínua e reflete na qualidade da produção e na produtividade.

ABS no Brasil

Desde janeiro de 2014, 100% dos automóveis novos vendidos no Brasil devem sair de fábrica equipados com freios ABS como item de série. Vale ressaltar, contudo, que em 2007 a Bosch já reforçava seu pioneirismo em oferecer tecnologias que visam proporcionar mais segurança e conforto aos motoristas brasileiros com a nacionalização do sistema. Desde então, foram produzidos mais de seis milhões de unidades no país.

De acordo com um estudo realizado pelo lnsurance lnstitute for Highway Safety (llHS), a utilização de freios ABS pode diminuir em até 37% o risco de acidentes fatais, já que impede o travamento das rodas em frenagens bruscas e permite que o motorista tenha total controle do volante e possa desviar de obstáculos.

O uso do ABS em motos também é um passo importante no intuito de salvar vidas. No Brasil, a resolução de 2014 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determinou o uso mandatório do dispositivo nas duas rodas para motos com cilindrada maior ou igual a 300 cc e em pelo menos uma das rodas para veículos menores que 300 cc. Neste último caso, o fabricante pode optar ainda pelo Sistema de Freios Combinados (CBS - Combined Braking System). A adoção do sistema passou a ser realizada de forma escalonada desde o ano passado e, a partir de janeiro de 2019, 100% dos modelos comercializados no país devem sair de fábrica seguindo a legislação.

40 anos de ABS Bosch - linha do tempo

Autor: PlanetCarsZ