14/03/2019 - INFINITI ABANDONARÁ A EUROPA OCIDENTAL EM 2020

A Infiniti está abandonando a Europa Ocidental. Esse fato acabou de ser confirmado pela divisão Premium da Nissan, a marca abandona os mercados dessa região por considerá-los inviáveis como negócio para a marca. Isso ocorrerá a partir do próximo ano.

De acordo com a marca japonesa, o objetivo de emissões de 95 g/km de CO2 imposto pela União Europeia e que entra em vigor no próximo ano, obrigaria a marca japonesa realizar fortes investimentos em termos de eletrificação para que sua linha pudesse cumprir esse objetivo, o que é simplesmente inviável para a Infiniti nesse mercado, já que a marca conta com cifras de vendas muito reduzidas no velho continente e tamanho investimento não poderia ser rentabilizado.

Essa medida faz parte do novo plano de reestruturação global da Infiniti, que por enquanto não anunciou que pensa abandonar outros mercados que não sejam os correspondentes à Europa Ocidental.

A marca Premium japonesa continuará centrada no mercado norte-americano, Estados Unidos e Canadá, e em menor escala, seguirá contando com operações no Oriente Médio, Ásia e inclusive alguns mercados do leste europeu.

Os dois únicos modelos que são fabricados na Europa Ocidental são os Infiniti Q30 e Infiniti QX30, que são montados na planta britânica de Sunderland, onde compartilham linhas de montagem com outros modelos da Nissan, como o atual Qashqai. Segundo confirmou a marca japonesa, esses dois modelos deixarão de ser produzidos no próximo mês de julho. Mas o comunicado oficial da empresa nem os menciona, e segundo a mídia britânica, a partir de então, o único modelo que estará disponível no catálogo da marca na maioria dos mercados europeus será o Infiniti Q50 sedan.

Por ora não há mais dados oficiais, mas a data exata para a saída da Infiniti desses mercados da Europa ocidental será no próximo mês de março de 2020, de modo que estamos a somente um ano de desaparecerem os concessionários da marca no Velho Continente.