06/12/2015 - NISSAN JUKE RS NISMO COM GALERIA DE FOTOS ATUALIZADA

No Salão de Los Angeles de 2013 foi apresentado um conceito mais esportivo e radical do pequeno crossover da Nissan. Depois, no Salão de Genebra de 2014 e aproveitando a apresentação do novo Nissan Juke, surgiu também no stand da marca japonesa o novo Nissan Juke RS Nismo, um modelo que chegava para brigar com o Mini Countryman John Cooper Works, entre outros.

O Juke mais radical recebeu as mudanças introduzidas no restyling, mas assume uma identidade própria e esportiva graças ao espetacular kit de carroceria que o veste. De acordo com o próprio fabricante, o design do Nissan Juke RS Nismo é inspirado na competição e concebido para transferir o rendimento e o comportamento dos modelos de competição para os de rua.

No exterior chama muito a atenção os para-choques dianteiros e traseiros, com um desenho esportivo culminado pelo já clássico tom vermelho, os para-lamas mais largos, as saias laterais e um spoiler de teto para controlar o fluxo de ar. Não falta uma nova grade em V com acabamento cromado escuro, a inscrição RS, novos faróis diurnos de LED e as chamativas rodas de 18 polegadas, assim como as carcaças dos espelhos retrovisores na cor vermelha.

Mas a esportividade não se encontra somente no exterior, também está muito bem representada no interior do Nissan Juke RS Nismo. Aparece o logotipo RS na instrumentação, que conta com uma superfície forrada com tecido aveludado. Também surge um novo colorido na alavanca de câmbios, nas borboletas do volante e no console central. O volante e os pedais combinam perfeitamente com os espetaculares bancos Recaro tipo ‘bucket’.

Debaixo do capô surge o motor DIG-T de 1.6 litros, que foi espremido e evoluído para chegar até os 218 cv e 280 Nm de torque, no caso da versão de duas rodas motrizes e transmissão manual. Conta ainda com um diferencial de deslizamento limitado mecânico LSD para enviar toda a potência ao asfalto. Se a opção for pela versão 4×4 com transmissão automática Nissan Xtronic, dispensa-se o diferencial de deslizamento limitado e 30 Nm de torque.

Para obter uma boa dinâmica, os especialistas da Nismo introduziram no modelo alguns reforços estruturais para aumentar a rigidez torsional. Dado o caráter esportivo do crossover foi melhorado o sistema de freios, sendo mais resistente à fadiga devido às maiores dimensões e contando agora com discos traseiros ventilados. Por último, um conjunto de molas e amortecedores assegura um melhor desempenho da carroceria nas curvas.

Confira as Fotos