Notícia

06/12/2017 - NOVO LAMBORGHINI URUS TERÁ VERSÃO HÍBRIDA PLUG-IN EM 2019

NOVO LAMBORGHINI URUS TERÁ VERSÃO HÍBRIDA PLUG-IN EM 2019 Imagens e fotos de carro

O novo Lamborghini Urus foi apresentado na última segunda-feira. O fabricante italiano amplia sua oferta de modelos ingressando em um segmento que até agora era desconhecido para a Lamborghini, e não será o único novo modelo que chegará.

Mas nos dia de hoje, uma única mecânica a gasolina com elevadas cifras de emissões, obrigam a dispor de uma versão híbrida, e na apresentação do novo Urus, o CEO da marca, Stefano Domenicalli, confirmou que o Urus contará com uma versão híbrida. Mas faltava completar com ‘plug-in’. Previsto para os primeiros meses de 2019, o novo Lamborghini Urus seguirá os mesmos passos do novo Bentley Bentayga Hybrid e do Porsche Cayenne Turbo S E-Hybrid.

A Lamborghini aceita uma versão híbrida plug-in, mas coloca uma condição: que a potência conjunta do sistema de propulsão híbrido seja no mínimo tão potente quanto seus motores a gasolina. E utilizando o conjunto híbrido que estreou no Porsche Panamera Turbo S E-Hybrid, que combina um motor V8 a gasolina e um motor elétrico, rendendo uma potência máxima de 700 cv, significa apenas 50 cv a mais que a versão a gasolina do Urus e com 50 quilômetros de autonomia em modo elétrico. Poderá ser uma opção, já que a que a Lamborghini gosta de ampliar sua oferta de versões mecânicas com outras adicionais que elevam a potência e agregam a letra ‘S’ ou a denominação ‘Performante’.

Não seria nada estranho que a marca de Sant'Agata Bolognese tirasse do fundo do armário e recuperasse o conjunto híbrido do concept Lamborghini Asterion LPI910-4 apresentado em 2014 no Salão de Paris. Lembrando que este conceito combinava um motor V10 de 5.2 litros com 610 cv e três motores elétricos conseguindo uma potência máxima de 910 cv. Essa configuração contava com uma bateria de íons de lítio que proporcionava 50 quilômetros de autonomia e lhe permitia rodar em modo elétrico a uma velocidade máxima de 125 km/h, sendo montada na parte central para manter o baixo centro de gravidade. O mais interessante é que acrescentava somente 250 quilos ao peso do concept.

Na época, quando o Asterion Concept foi apresentado, Stephan Winkelmann era o CEO da Lamborghini, e perguntado sobre a possível produção do conceito, disse que se tratava apenas de uma mera vitrine da tecnologia híbrida para o futuro Lamborghini Urus.

Autor: PlanetCarsZ