Notícia

09/08/2017 - SEAT FORMULA CONCEPT: O MELHOR ROADSTER PROJETADO PELA MARCA

SEAT FORMULA CONCEPT: O MELHOR ROADSTER PROJETADO PELA MARCA Imagens e fotos de carro

Existem criações que são fruto de um projeto de design e que não acabam tornando-se um modelo de produção, mas mostram as futuras linhas dos modelos que chegarão nos anos seguintes. No entanto, muitos desses concept cars nascem e são capazes de encantar, embora lamentavelmente muitos deles acabam caindo no esquecimento. Uno deles é o SEAT Formula Concept.

Voltando ao final do antigo milênio, quando aconteceu o Salão de Genebra de 1999, a marca espanhola deslumbrava a todos os visitantes com um protótipo de roadster que indicava uma nova era para a SEAT. Naquela época, a marca buscava uma nova imagem, e começou a lançar novos protótipos entre os quais se destacavam o SEAT Bolero, um sedan com 330 cv, e o Formula Concept.

Em relação ao Formula, trata-se de um roadster de 3.943 mm de comprimento, 1.758 mm de largura e 1.152 mm de altura e sem teto, de estilo targa, com uma cintura muito elevada, enormes arcos de roda, uma grade pequena que definiria as utilizadas pela SEAT na segunda geração do León, entre outros, uma traseira única e faróis dianteiros totalmente redondos, tudo isso em uma carroceria em fibra de carbono. Um dos destaques de seu projeto era o spoiler traseiro que abria de forma automática a partir de 50 km/h, o que incrementava a carga aerodinâmica no eixo traseiro.

O interior também não exibia nenhum conforto. Um painel completamente plano, dois bancos esportivos, um volante único, um quadro de instrumentos minimalista, elementos do chassi de alumínio aparecendo, assim como as estruturas de absorção de impactos. Além disso, tratava-se de reduzir o peso (somente 900 quilos) para realçar seu lado positivo mediante a eliminação do material de isolamento acústico e os tapetes.

Para dar vida ao SEAT Formula Concept, os engenheiros seguiram com uma filosofia de construção única. No lugar de adaptar um motor já existente, a SEAT foi ao mundo da competição e pegou o propulsor de quatro cilindros e 2.0 litros turbo do SEAT Córdoba WRC, mas no lugar dos 300 cv gerava 240 cv a 5.800 rpm e 295 Nm de torque. O motor foi instalado na posição central traseira e surgia acoplado a uma transmissão sequencial de seis velocidades, também do modelo de competição. Com essa configuração conseguia acelerar de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e atingir uma velocidade máxima de 235 km/h.

O concept foi criado pela SEAT no Centro de Design de Sitges, propriedade da Volkswagen, mas infelizmente acabou sendo deixado no galpão A122 onde a SEAT guarda todas as suas criações. A marca espanhola decidiu criar esse ‘Lotus Elise espanhol’ como um estudo de design que serviria para o desenvolvimento de novos modelos em uma época em que a SEAT estava a ponto de reinventar-se com o lançamento de modelos tão bem sucedidos como o primeiro SEAT León, um modelo que se tornou a base de um dos pilares fundamentais da marca no século XXI.


Autor: PlanetCarsZ