Notícia

09/08/2017 - UM TESLA MODEL S CONSEGUE RODAR MAIS DE 1.000 KM COM UMA SÓ CARGA NAS BATERIAS

UM TESLA MODEL S CONSEGUE RODAR MAIS DE 1.000 KM COM UMA SÓ CARGA NAS BATERIAS Imagens e fotos de carro

Uma equipe privada da Itália, formada por integrantes de um clube de proprietários de veículos Tesla daquele país, realizou um teste de autonomia com um Model S 100D e conseguiu rodar mais de 1.000 quilômetros com uma só carga das baterias do sedan elétrico. Assim como era esperado, o teste foi realizado na forma de uma maratona ecológica, ou seja, em velocidades baixas, mas constantes, com o teste durando um total de 29 horas.

Os italianos utilizaram a maior versão disponível do Model S, o 100D de um só motor, e após mais de um dia conduzindo ininterruptamente, conseguiram alcançar a mágica cifra de 1.078 quilômetros percorridos, realmente uma façanha, sobretudo levando em conta as condições do teste.

Para poder espremer ao máximo um veículo elétrico é estritamente necessário dosar o uso das baterias, o que implica evitar a utilização de sistemas auxiliares, como o sistema de áudio e o próprio sistema de climatização. Portanto, não deve ter sido fácil realizar esse teste em pleno verão italiano, conduzindo um veículo por 29 horas sem poder ligar o ar condicionado.

A equipe era formada por 5 pilotos, que iam se alternando ao longo das 29 horas e 1.078 quilômetros a uma velocidade média de somente 40 km/h. Certamente devem ter sido horas bastante tediosas, sobretudo tendo em conta que o Model S 100D é um carro de muita potência. Foi um desafio passar tantas horas mantendo constante essa velocidade tão baixa, embora durante grande parte do percurso tenha sido utilizado o sistema Autopilot do Model S, o que deve ter ajudado enormemente a baixar a tensão dos condutores.

Esse teste confirma as declarações feitas por Elon Musk anteriormente, alegando que o Model S era capaz de percorrer mais de 1.000 quilômetros com uma só carga. Em seu formato standard, o mesmo utilizado para esse teste, a versão do Model S anuncia uma autonomia homologada pela EPA de 335 milhas ou 539.13 quilômetros, ou seja, a equipe italiana conseguiu praticamente dobrar sua autonomia estimada.

Embora em condições de uso diário, seja impossível reproduzir esses números de consumo em qualquer tipo de veículo. Para isso seria necessário manter uma velocidade muito pouco adequada ao resto do tráfego, o que impediria inclusive, poder transitar por algumas vias.

Autor: PlanetCarsZ