GMC

Pick-ups, vans, SUVs e caminhões leves que levam em sua tradicional e inconfundível grade frontal simplesmente três letras, GMC, são sinônimos de durabilidade, força, robustez e transporte seguro para pessoas e mercadorias.

A história começou no dia 22 de dezembro de 1901 quando os mecânicos americanos Max e Morris Grabowski desenvolveram um dos primeiros, mais avançados e modernos caminhões comerciais da época. Max era o encarregado pela engenharia do projeto enquanto seu irmão Morris era responsável pela administração e vendas da nova empresa, chamada Grabowsky Motor Vehicle Company. O primeiro caminhão desenvolvido pelos irmãos, batizado de Rapid, também foi o primeiro movido a gasolina a rodar nas ruas da cidade de Detroit. O pequeno caminhão utilizava um motor de 1 cilindro e um sistema de correntes para transmissão, pesava apenas 860 kg e foi vendido para a lavanderia American Garment Cleaning Company por US$ 1.250. Nos três anos posteriores ao lançamento do Rapid, os irmãos construíram e venderam aproximadamente 75 caminhões, além de alguns automóveis.

Em 1904, alteraram o nome da empresa para Rapid Motor Vehicle Company (RMVC) e em 1906, mudaram a fábrica para Pontiac (essa mesma fábrica só seria desativada pela GM em dezembro de 1994). A então moderna fábrica permitiu que os irmãos atingissem a marca de aproximadamente 200 veículos fabricados por ano. Com a nova fábrica houve a ampliação da linha de produtos, incluindo um novo caminhão de 1 tonelada, além de alguns pequenos ônibus. Em 1907, eles lançaram um caminhão de 2,5 toneladas, um caminhão de 1 tonelada para entregas e ampliaram a oferta de modelos de ônibus. No campo tecnológico, a empresa adotou motores mais potentes de 4 cilindros, em substituição ao antigo modelo de apenas 1 cilindro.

Em 1908, Max deixou a empresa para fundar seu próprio negócio, e Morris continuou tocando o empreendimento, chegando a oferecer 17 tipos diferentes de veículos em 1909, entre eles veículos policiais, ambulâncias e carros funerários. Com o sucesso de seus caminhões, neste mesmo ano, a empresa foi comprada pela General Motors para formar a base da General Motors Truck Company, que viria a ser formada em 1911, resultado da fusão da Rapid Motor Vehicle Company e da Reliance Motor Car Company. Ainda em 1909, um caminhão Rapid foi o primeiro a conquistar o Pikes Peak, uma montanha com altitude de 4.302 metros que faz parte das famosas Rocky Mountains, localizada à 16 km oeste de Colorado Springs, no estado do Colorado. Vencer a subida desse pico significava uma senhora demonstração de força e resistência, e consequentemente uma enorme publicidade para a marca.

Foi somente em 1912 que a marca GMC (abreviação de General Motors Company) TRUCK foi apresentada oficialmente no Salão de New York e seus veículos passaram a utilizar o tradicional logotipo na grade frontal. Em seu primeiro ano a GMC TRUCK fabricou apenas 372 caminhões. Em 1916, como estratégia de marketing para promover a linha de caminhões, um modelo GMC TRUCK cruzou o país, saindo da cidade de Seattle rumo a New York, executando o trajeto de 5 mil quilômetros (distância similar a duas viagens São Paulo-Manaus) em apenas 30 dias. Entre 1917 e 1919, aproximadamente 90% da produção da GMC TRUCK foi destinada ao exército americano para a Primeira Guerra Mundial. Fabricando e desenvolvendo pick-ups, pequenos caminhões, vans e até ônibus, a marca cresceu no mercado americano, lançando modelos de grande sucesso como a Suburban em 1937, uma pick-up de cabine fechada de grande porte mais luxuosa (um predecessor dos SUVs atuais).

Durante a Segunda Guerra Mundial a GMC TRUCK voltou a sua produção para os veículos militares, contribuindo com boa parte da frota de apoio do exército americano nos campos de batalha. No período de pós-guerra, a GMC TRUCK se firmou como uma das maiores fabricantes de caminhões do mundo. Na década de 60 foram lançadas as primeiras vans de grande porte com a marca GMC e dos primeiros ônibus escolares. No início da próxima década, em 1973, a marca introduziu no mercado seu primeiro motor home (uma espécie de caminhão casa), produzido apenas por cinco anos. A partir de meados da década de 80, a GMC iniciou uma total reformulação de sua linha de modelos com o lançamento de pick-ups, vans e caminhões leves extremamente versáteis e resistentes. Em 1996 a palavra TRUCK foi retirada da marca, surgindo então a GMC como conhecemos nos dias de hoje. Apesar da enorme crise financeira pela qual passou a GM, tendo inclusive que se desfazer de algumas marcas automotivas, a GMC continua sendo uma das mais importantes do grupo americano, considerada uma peça fundamental na recuperação da outrora gigante do segmento automobilístico.

Carros Relacionados