ASTON MARTIN LAGONDA VISION CONCEPT

2018 - ASTON MARTIN LAGONDA VISION CONCEPT

ASTON MARTIN LAGONDA VISION CONCEPT imagens e fotos de carros

A Aston Martin revela esta semana no Salão de Genebra o novo concept Lagonda Vision, uma aposta que dá a largada para uma nova geração de modelos de luxo e equipados com um novo sistema de propulsão de emissões zero. Deverá começar a ser produzido em 2021 e chegará carregado de tecnologia em todas as áreas.

Planejando uma futura linha de modelos Lagonda, trata-se de um estudo de design que avança a próxima geração de modelos com um enfoque completamente novo em que as atuais limitações para poder alojar os grandes motores a gasolina e que prejudicam o espaço dos passageiros foram eliminadas completamente. Embora o fabricante britânico não tenha especificado as dimensiones do concept, indica que já não será necessário desenvolver modelos com distâncias entre-eixos tão longas. Na verdade, assinala que o concept apresentado no Palexpo conta com um interior com espaço suficiente para que quatro adultos grandes possam viajar mais do que comodamente.

Inclusive é possível notar que o capô e o para-brisa formam uma só grande peça, pois segundo a Aston Martin, o Lagonda Vision Concept não necessita de um capô porque não dispõe de nenhum motor na parte dianteira, razão pela qual os designers da marca criaram o concept partindo do interior para fora, colocando as baterias debaixo do solo do habitáculo.

No interior, o Lagonda Vision Concept não conta com materiais tradicionais como o couro e a madeira, mas optou-se por fibra de carbono, cerâmica nas saídas da climatização e nos comandos do sistema de som, lã nos bancos e seda nos tapetes.

A distribuição interior foi concebida como um salão de luxo, com bancos que suspendem partindo da estrutura e que giram até 180º para manter conversações entre os passageiros, o teto está dividido em seções que podem abrir e fechar e as portas não contam com dobradiças convencionais. Apresenta ainda uma infinidade de detalhes que não passarão completamente à produção em série, mas que a Aston Martin aponta como uma ideia de como serão seus futuros modelos com a denominação Lagonda.

Equipado com a tecnologia de condução autônoma de nível quatro, seu sistema de propulsão elétrico conta com baterias de estado sólido que lhe permitem percorrer distâncias de até 650 quilômetros com uma só carga sem parar, processo que pode ser realizado também mediante um sistema de carga sem fios, ao mesmo tempo em que conta com um sistema inteligente de tração capaz de enviar torque a cada uma das rodas conforme a necessidade do momento.