AUDI A6

2015 - AUDI A6

AUDI A6 imagens e fotos de carros

A renovação da linha A6 passa majoritariamente por melhorias técnicas, adotando os novos faróis LED e LED Matrix da Audi. As grandes novidades estão no interior que, através da utilização de vários componentes em alumínio e de motores mais leves, baixa o seu peso total, anunciando 1.535 kg (no caso do A6 1.8 TFSI). O sistema de infotainment e assistências à condução foram revistos, contando agora com o sistema Audi Side Assist, que monitora a traseira do veículo, e um assistente de visão noturna. O Audi Connect, que através de um módulo de internet LTE permite transferir dados para a “cloud”, fará uso da tela retrátil de oito polegadas. O Audi A6 Avant, o mais versátil da família, garante 565 litros (1.680 litros com os bancos rebatidos) no porta-malas, com a abertura automática livre das mãos – através de um sensor colocado embaixo do para-choque.

A gama de motores foi o alvo de alterações mais profundas, trazendo opções mais potentes e simultaneamente mais eficientes. No caso da linha A6 e A6 Avant, estarão disponíveis três motores a gasolina TFSI (entre 190 cv e 333 cv) e cinco diesel TDI (de 150 cv a 326 cv). Todos obedecem às novas normas europeias Euro 6 e, segundo a Audi, as emissões de CO2 foram reduzidas em 22%. O símbolo “ultra” é usado nas configurações mais eficientes e no caso do 1.8 TFSI ultra com a nova caixa automática S-Tronic, anuncia consumos de 17,54 km/l e 133 g/km de CO2. No caso da versão diesel, o 2.0 TDI ultra promete 23,88 km/l e 109 g/km de CO2. Para assinalar os 25 anos do motor TDI, estarão disponíveis duas edições especiais A6 e A6 Avant 3.0 TDI Competition que, além dos 326 cv debitados podem sofrer um boost temporário de mais 20 cv. O motor diesel de alta performance será o único a ser acoplado a uma caixa automática de oito velocidades Tiptronic sendo que, no caso das outras versões, estará disponível uma nova caixa manual de seis velocidades ou a S-Tronic de sete velocidades. As versões de tração dianteira contarão com uma nova caixa de dupla embreagem em substituição da Multitronic. No caso do Allroad quattro, versão off-road baseada no A6 Avant, apenas estará disponível o bloco V6 3.0 com quatro configurações (três diesel e uma a gasolina). A tração integral permanente quattro, excluindo as versões mais esportivas, estará presente nas configurações acima dos 272 cv. Este sistema pode ainda ser complementado com um diferencial esportivo, que distribui a potência no eixo traseiro.

O controle de suspensão dinâmica Audi Drive Select é de série e conta, opcionalmente, com duas suspensões esportivas e uma suspensão pneumática. As novas molas fabricadas em fibra de vidro reforçado por um polímero estarão presentes no A6 Avant 2.0 TDI ultra, com 190 cv. Os modelos mais esportivos contam com a tecnologia quattro e suspensão pneumática adaptativa de série, tal como o sistema Cylinder on Demand (COD), que desativa quatro dos oito cilindros. Assim, os consumos podem ser reduzidos em 10,87 km/l no caso do S6 e do S6 Avant. As emissões de CO2 são de 214 e 219 g/km, respectivamente. As melhores performances são conseguidas pelo RS6 Avant, através do propulsor V8 4.0 TFSI biturbo com 560 cv ligado a uma caixa automática de oito velocidades Tiptronic chegando aos 305 km/h, com consumos de 10,42 km/l e emite 223 g/km de CO2. Neste caso, a suspensão esportiva com o Dynamic Ride Control é opcional. Munido igualmente do sistema COD e tração quattro de série, este modelo apresenta um diferencial central com uma taxa de bloqueio superior. A suspensão pneumática adaptativa baixa o carro em 20 mm. Se série estão rodas de 20 polegadas, com as de 21 polegadas opcionais. Acelera de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e alcança uma velocidade máxima de 305 km/h.