JAGUAR XJ13 PROTOTYPE

1966 - JAGUAR XJ13 PROTOTYPE

JAGUAR XJ13 PROTOTYPE imagens e fotos de carros

O grupo britânico Jaguar Land Rover apresentou há alguns dias uma solicitação de patente para a denominação XJ13, o mesmo nome do projeto utilizado no protótipo de competição Jaguar XJ13 de 1966. Isso despertou o entusiasmo de inúmeros meios de comunicação, e principalmente dos colecionadores, diante de uma possível utilização que a marca poderá dar à essa denominação.

A principal teoria aventada até o momento é a possível reedição do icônico e desejado modelo pela Heritage Division da Jaguar, que poderá ser uma curta série limitada e como não poderia ser de outra maneira, com um preço astronômico.

Isso se sustenta precisamente pelas últimas iniciativas da divisão de clássicos da marca, voltando a produzir os exemplares perdidos ou não fabricados de alguns modelos míticos da marca britânica, como foram os nove Jaguar XKSS de 1957 perdidos em um incêndio na fabrica de Browns Lane e os últimos seis E-Type Lightweight, que nunca foram fabricados deixando vagos os números de chassis destinados a eles.

Apesar disso, segundo um porta-voz da Jaguar em declaração à publicação britânica Autocar, por enquanto não estão planejando recriar o XJ13. De acordo com o mesmo porta-voz, o registro de denominações é uma prática habitual nas grandes marcas, o que procede, no entanto, não é nada habitual que se registre a denominação de um protótipo não comercializado nem jamais utilizado fora das atividades internas da própria empresa, ainda mais no ano em que se celebra nada menos que meio século de sua fabricação.

O Jaguar XJ13 é sem dúvida um dos modelos clássicos da empresa mais procurados, apesar de ter ficado tão somente em um solitário protótipo experimental, que não só jamais chegou a competir, como teve que ser reconstruído por completo devido a um acidente a 225 km/h em uma jornada de filmagens, anos depois de ter sido cancelado o projeto.

A verdade é que o projeto foi longo, já que o protótipo começou a ser construído em 1965, não sendo testado em pista até 1967. A Jaguar teria fabricado pelo menos 25 exemplares do modelo para poder homologá-lo para o Campeonato Internacional de Construtores, embora se desconheça se a Jaguar chegou a criar esses números de chassis. Teoricamente o XJ13 foi desenvolvido a partir do zero, contando com a nova mecânica V12 da época, criada a partir de dois blocos XJ6 de 6 cilindros e com elementos de suspensão do E-Type.

Atualmente a Jaguar encontra-se fabricando as nove unidades do XKSS, versão homologada para estrada realizada com os chassis não vendidos do D-Type de competição que venceu em Le Mans entre 1955 e 1957. Esses exemplares foram colocados à venda por um preço superior a 1 milhão de libras por unidade e serão entregues a partir de 2017. Portanto, também é provável que a Jaguar não queira adiantar futuros planos sobre o XJ13 para não depreciar o valor e o interesse nos novos XKSS.