LAMBORGHINI MIURA SV

1968 - LAMBORGHINI MIURA SV

LAMBORGHINI MIURA SV imagens e fotos de carros

Entre os lotes do próximo leilão da RM Sotheby’s em Monterey, na Califórnia, estará um exemplar muito raro e particular, um Lamborghini Miura SV que conta com uma configuração única.

Essa unidade do Miura SV em perfeito estado não só chama a atenção por sua magnífica condição, como conta com elementos raramente vistos nesses exemplares e um histórico bastante destacado, onde se destaca o engenheiro italiano Claudio Zampolli, criador do Cizeta V16T, um dos superesportivos mais brutais e midiáticos das décadas de 80 e 90.

Zampolli foi engenheiro da Lamborghini entre os anos 1966 e 1975, colaborando com nomes como Bob Wallace e Gian Paolo Dallara no desenvolvimento do Miura SV, embora sua fama chegasse quando revelou no final dos anos 80 o espetacular Cizeta Moroder V16T, um superesportivo italiano criado sobre o projeto original do Lamborghini Diablo que a Chrysler descartou e que utilizava um enorme motor V16 formado por dois blocos V8 procedentes do Lamborghini Urraco.

Esse Miura SV pertenceu a Zampolli exatamente nessa época e na verdade, a primeira das restaurações a que foi submetido foi precisamente na fábrica da Cizeta na Itália. Um tempo depois, e já com um novo proprietário, foi submetido a uma nova e completa restauração que lhe devolveu a configuração original de alguns elementos, incluindo outros que foram montados na própria fábrica de Sant’Agata Bolognese, como a tampa metálica externa do tanque de combustível, no lugar da plástica que todos os Miuras ocultam em uma das grades superiores do capô.

Outra das raridades desse exemplar são os detalhes cromados nos para-choques. Somente dois dos exemplares do Miura contaram com esse acabamento, este e o de chassi #5110. Este é um dos únicos 11 exemplares do Miura SV que contavam com o sistema de ar condicionado Borletti.

Conta com o motor V12 transversal e transmissão originais e dispõe de um atrativo acabamento em um tom de vermelho, sua cor original e que ainda conserva. No caso do interior apresenta uma atraente e atemporal combinação de preto e revestimentos em couro, além de tapetes na cor marrom claro, a configuração original com a qual saiu da fábrica italiana. 

Claudio Zampolli manteve o Miura em sua propriedade até 1995, conservado em sua casa na Califórnia e com uma placa de matrícula que mostrava ‘SV BULL’. Nesse ano vendeu o carro que desde então contou com mais dois proprietários, um deles o responsável pela última restauração.

Este exemplar foi preservado em várias coleções e participou em inúmeros e seletos eventos de clássicos nos Estados Unidos. Sua quilometragem é ridícula para sua idade, pois apesar de já ter passado por várias mãos, seu hodômetro marca somente 3.374 quilômetros atualmente.

Por enquanto não foi revelada nenhuma estimativa de preço, mas devido ao seu estado e sua particular configuração, espera-se um preço de reserva muito alto. O leilão acontecerá no Monterey Conference Center entre os dias 24 e 25 de agosto, coincidindo com a celebração do Pebble Beach Concours d’Elegance 2018.