MERCEDES-AMG GLC 63 S BY BRABUS

2018 - MERCEDES-AMG GLC 63 S BY BRABUS

MERCEDES-AMG GLC 63 S BY BRABUS imagens e fotos de carros

Depois de passar pelas mãos da Brabus, conhecido preparador alemão, o Mercedes-AMG GLC 63 S surge sinistro, temível e esportivo.

Os especialistas em modificações e preparações de veículos das marcas Mercedes-Benz e Smart revelaram seu novo programa de ajustes para a versão mais potente que pode ser encontrada na linha do Mercedes-Benz GLC disponível no mercado.

Visualmente segue a tônica de todos os trabalhos da Brabus. No exterior as cores escuras e a fibra de carbono são habituais. Além de um kit de carroceria, surge um novo sistema de escape de aço inoxidável com saídas personalizadas e impressionantes rodas de liga leve com um tamanho de 22 polegadas que deixam à vista as pinças de freio.

Outro ponto importante é o rebaixamento da altura livre da carroceria em relação ao solo em 30 milímetros, o que permite melhorar consideravelmente o comportamento do Mercedes-AMG GLC 63 S nas curvas. Quanto ao interior, além de novas inserções de fibra de carbono, pedais de aço inoxidável e novas placas nas soleiras das portas, aparece um novo estofamento de couro fino e Alcantara.

Na parte mecânica do Mercedes-AMG GLC 63 S preparado pela Brabus surgem modificações importantes. Mediante a instalação de um módulo Plug & Play no motor V8 de 4.0 litros biturbo, foi conseguido extrair uma potência adicional de 89 cv e 100 Nm de torque máximo, fixando números finais em 591 cv e 800 Nm. Nada mal para um modelo que de série conta com 510 cv e 700 Nm.

Graças a esse aumento de potência, o Mercedes-AMG GLC 63 S agora é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3.6 segundos e alcançar uma velocidade máxima de 300 km/h - sempre e quando o limitador eletrônico tenha sido desativado. O modelo que pode ser encontrado nos concessionários da Mercedes-Benz completa o mesmo sprint em 3.8 segundos e sua velocidade máxima se situa em 280 km/h. Por outro lado e não menos importante, anuncia um consumo médio de combustível de 8.4 km/l e emissões de CO2 de 270 g/km.