PORSCHE CAYENNE

2015 - PORSCHE CAYENNE

PORSCHE CAYENNE imagens e fotos de carros

Com o lançamento oficial agendado para o Salão do Automóvel de Paris, em outubro, a Porsche acaba de revelar um facelift do seu modelo mais vendido, o Cayenne. As modificações no SUV premium foram no design, na eficiência e no equipamento disponível de série.
 
O novo Cayenne será lançado com cinco versões entre as quais se destaca a estreia do Cayenne S E-Hybrid, o primeiro híbrido plug-in no segmento dos SUV premium. A linha será completada pelos já habituais Cayenne S, Cayenne Turbo, Cayenne Diesel e Cayenne S Diesel. Com o lançamento do novo Cayenne S E-Hybrid, a Porsche torna-se o único fabricante de automóveis no mundo a oferecer três modelos híbridos plug-in. No Brasil estarão disponíveis apenas 3 versões: Turbo, S e o S E-Hybrid por encomenda. O Cayenne Turbo será uma das atrações no stand da Porsche no Salão do Automóvel de São Paulo, que estará aberto ao público de 30 de outubro a 9 de novembro.

Todos os motores do novo Cayenne apresentam melhorias no desempenho e no consumo de combustível, quando comparados com as versões anteriores. Um novo motor de 3.6 litros V6 biturbo para o Cayenne S foi totalmente desenvolvido pela Porsche.

Design Exterior e Interior

Nesta atualização a Porsche deu ao Cayenne um design que o aproxima do Macan, com linhas mais precisas e contornos propositados que geram refração da luz. A frente foi totalmente remodelada e inclui novos para-lamas e capô. A grade recebe airblades (aletas) localizadas nas extremidades laterais do veículo que servem de guias para uma melhor refrigeração, além de criarem um design mais agressivo.

Os faróis bi-xenon vêm de série nos modelos S e todas as versões têm faróis diurnos com quatro pontos de luz em LED. A versão topo de linha Cayenne Turbo, destaca-se pelas luzes em LED de série com o Porsche Dynamic Light System (PDLS).

A traseira do novo Cayenne também foi atualizada. A disposição dos faróis traseiros cria um efeito tridimensional e as luzes de freio, assim como os faróis de dia de LED na dianteira, foram projetadas com quatro elementos. O nicho para a placa, a maçaneta do porta-malas e as lanternas estão agora integrados de maneira mais elegante na tampa do porta-malas. Os designers também redesenharam as linhas horizontais do veículo. As novas saídas de escape estão agora integradas na parte mais baixa da traseira e a ativação automática da abertura elétrica do porta-malas passa a ser um equipamento de série.

No interior a Porsche focou-se em melhorar a área do motorista com a introdução de um novo volante multifunções com shift paddles (borboletas para troca de marchas localizadas na parte de trás do volante) de série, com aspecto e funções baseadas no volante do 918 Spyder. Os bancos são agora mais confortáveis e estão disponíveis como opcionais bancos traseiros ventilados.

Linha de motores atualizada

Através de uma série de modificações específicas em todo o sistema de transmissão, a Porsche conseguiu aumentar a potência e torque dos seus motores, e simultaneamente melhorar os consumos de combustível. Por exemplo, todos os novos modelos Cayenne consomem menos combustível devido à função marcha neutra à mais avançada função “Auto Start-Stop Plus” e à otimizada gestão térmica.

Um dos grandes destaques da linha renovada é o Cayenne S E-Hybrid, que substitui o anterior  Cayenne S Hybrid. A nova versão plug-in híbrida possui uma bateria de tração de íons de lítio com uma capacidade de energia de 10.9 kWh, que permite uma autonomia em modo elétrico de 18 a 36 km, dependendo do estilo de condução e da topografia da estrada. A potência do motor elétrico aumentou mais do dobro para os 95 cv. No que toca a consumos, o Cayenne S E-Hybrid tem um consumo combinado de 3,4 litros/100km, com emissões de 79 g/km de CO2. O motor V6 de 3.0 litros e o motor elétrico produzem uma potência combinada de 416 cv e um torque total de 590 Nm. Em termos de performance o veículo consegue atingir os 100 km/h em 5,9 segundos e uma velocidade máxima de 243 km/h. A velocidade máxima em modo elétrico é de 125 km/h.

Outra novidade da nova linha é o motor 3.6 V6 biturbo do Cayenne S, que foi totalmente desenvolvido na Porsche e que mostra como o downsizing dos motores não compromete a potência e os consumos. No caso do novo Cayenne S o consumo médio situa-se entre os 9,5 e 9,8 litros/100 km (223-229 g/km CO2), um litro a menos que o anterior motor V8. O novo motor tem uma potência máxima de 420 cv e um torque de 550 Nm. Com a caixa automática de oito velocidades Tiptronic S, o Cayenne S acelera dos zero aos 100 km/h em apenas 5,5 segundos (5,4 segundos com o opcional Pacote Sport Chrono) e atinge uma velocidade máxima de 259 km/h.

Equipado com o motor de 4.8 litros, oito cilindros biturbo, o Cayenne Turbo apresenta uma potência máxima de 520 cv e um torque de 750 Nm. Estes valores permitem ao novo Cayenne Turbo acelerar dos zero aos 100 km/h em apenas 4,5 segundos (4,4 segundos com o opcional Pacote Sport Chrono), com uma velocidade máxima de 279 km/h. O consumo de combustível combinado situa-se entre os 11,2 e 11,5 litros/100 km (261-267 g/km CO2).
 
As versões diesel do Cayenne combinam o caráter esportivo com a eficiência. O novo Cayenne Diesel, equipado com o motor 3.0 V6, debita agora 262 cv e apresenta um consumo combinado de 6,6 e 6,8 litros/100 km (173-179 g/km CO2). Com o sistema SCR, o veículo cumpre com as normas de emissões EU6. Graças ao torque de 580 Nm, o Cayenne Diesel acelera dos zero aos 100 km/h em 7,3 segundos (7,2 segundos com o opcional Pacote Sport Chrono), enquanto a velocidade máxima é de 221 km/h. O motor 4.2 V8 do Cayenne S Diesel debita 385 cv e produz um torque de 850 Nm. O veículo alcança os 100 km/h em 5,4 segundos (5,3 segundos com o opcional Pacote Sport Chrono) e atinge uma velocidade máxima de 252 km/h. O consumo médio situa-se nos 8,0 litros/100 km (209 g/km CO2).

O Cayenne é um caso único de sucesso na história da Porsche. A primeira geração chegou em 2002 e tornou a ideia de um veículo esportivo no segmento dos SUV uma realidade. As vendas excederam todas as expectativas: mais de 276.000 unidades da primeira geração (de 2002 a 2010) e cerca de 303.000 unidades da segunda geração até hoje, que foi introduzida em 2010, já foram produzidas até hoje.

Os preços na Europa devem ficar entre os 90.000 e 170.000 euros, dependendo do modelo e configuração. A nova linha do Cayenne será lançada no mercado em 11 de outubro, após sua estreia no Salão de Paris. No Brasil o novo Cayenne deve chegar no primeiro quadrimestre de 2015 e os preços serão anunciados por ocasião do lançamento por aqui.



24/07/2014

NOVO PORSCHE CAYENNE: NOVO DESIGN E MELHOR DESEMPENHO