TOYOTA C-HR CONCEPT

2014 - TOYOTA C-HR CONCEPT

TOYOTA C-HR CONCEPT imagens e fotos de carros

Antecipando um futuro SUV do segmento C, este poderá ser a resposta da Toyota ao Nissan Qashqai. O C-HR Concept terá um sistema propulsor híbrido, mas desconhecem-se ainda mais dados técnicos. O modelo compacto de três portas, que poderá vir a ser produzido em versões de três e cinco portas, terá dimensões similares ao Auris e dará origem a uma versão de produção que se posicionará abaixo do RAV4. Este protótipo, que poderá vir a dar origem a um Auris Cross, tem lançamento previsto para 2017.

Combinando uma nova diretriz de design mais ousado e dinâmico com uma ágil e envolvente experiência de condução, para se afirmar como uma oferta única no exigente mercado automobilístico europeu, a Toyota estreia no C-HR Concept, um novo conceito de veículo com estreia mundial no Salão do Automóvel de Paris de 2014. O C-HR indica como um veículo deste segmento e com estas características com o símbolo Toyota poderia chegar ao mercado.

O Toyota C-HR Concept estreia uma nova e expressiva linguagem de design nos segmento com a forma de um diamante. Debaixo de um compacto e sensual interior, a parte inferior da carroceria foi esculpida para representar as superfícies facetadas de uma pedra preciosa altamente durável. Os extremos da carroceria foram suavizados, permitindo que a imagem torne mais fluida e ao mesmo tempo que possa enaltecer as aberturas das roda dianteiras e traseiras, reforçando o aspecto largo e uma postura robusta do novo Crossover, seja qual for o ângulo em que o observemos.

A frente do C-HR Concept não só representa uma nova evolução da identidade de design Under Priority e Keen Look da Toyota como também introduz um novo estilo de design, indicando as linhas que podem ser adotadas nos futuros veículos da Toyota. O para-choque de linhas fortes inclui a grade inferior de dimensões generosas associada à premissa do design Under Priority que flui até os cantos do veículo.

Nos extremos e dentro de uns alvéolos em forma de diamante lapidado encontram-se as luzes de circulação diurna (DRL). Por cima os faróis principais também possuem um design avançado em 3D. A evolução do design Keen Look é expressa através de uma estrutura 3D nos faróis principais. Além de se destacar as dimensões generosas o seu desenho transmite um centro de gravidade mais baixo e ao mesmo tempo reforça o seu aspecto forte.

Lateralmente, destaque para a linha de cintura elevada do interior e para as amplas aberturas das rodas bem pronunciadas e largas conferindo um ar robusto e ao mesmo tempo elegante. As linhas esportivas são reforçadas pela continuidade dos vidros laterais até a parte traseira. Assim se cria uma linha de teto fina, flutuante e que acaba num spoiler, cujo comprimento é exagerado pelos pilares C que afunilam em forma de agulha em cada lado do vidro traseiro.

O teto “flutuante” possui pequenas aberturas padronizadas que criam um animado e único jogo de luz dentro do espaço interior do C-RH Concept. Visto de traseira, o teto vai estreitando até ficar da largura da terceira luz de freio, o que reforça a largura das vias traseiras, conferindo um ar dinâmico e estável. Mais uma vez, a forma de uma pedra preciosa facetada encontra-se patente na parte traseira do veículo, apresentando o mesmo nível de detalhes presente na parte dianteira. Os grupos óticos traseiros com um design distinto, dando a ideia de que estão flutuando, mas com função aerodinâmica, centram as atenções nos para-lamas largos conferindo um ar de “aderência” à estrada na parte inferior da carroceria do C-HR Concept. O desenho especial das rodas reforça as credenciais dinâmicas do Crossover. O desenho dos braços em forma de laminas insinua a sofisticação e eficiência da motorização híbrida do C-HR.

Projeto global com raízes no mercado europeu, o C-HR é outra aplicação concreta da Visão Global da Toyota, que começou por ser defendida pelo presidente Akio Toyoda em 2011. Reconhecendo que a Europa é o mercado mais exigente para os veículos compactos e de média dimensão, a Toyota utiliza esta região como referência para definição dos futuros modelos dos segmentos dos urbanos, utilitários e pequenos familiares (A, B e C). A Toyota Motor Europe (TME) também se tornou o centro técnico e de desenvolvimento para os motores diesel, regulagens dinâmicas e da qualidade e análise dos materiais interiores.

No caso do C-HR, houve uma estreita cooperação entre centros de desenvolvimento de veículos da Toyota no Japão e na Europa, a fim de se conseguir obter uma boa compreensão das mais recentes exigências dos clientes europeus e tendências dos novos veículos. Em relação ao estilo do concept-car, é o resultado de uma cooperação global entre o ED2 (European Design Centre Development) e os outros centros de design. A TME continuará trabalhando de forma muito próxima com a TMC (Toyota Motor Corporation, no Japão) para entrar no segmento C-Crossover.