10/07/2019 - LEE IACOCCA (1924-2019): PARTE UM DOS ÍCONES DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA

Praticamente um desconhecido para a grande maioria das pessoas, Lee Iacocca foi um dos maiores executivos da história da indústria automobilística norte-americana. Falecido na semana passada em sua casa de Bel Air (Califórnia) com 94 anos, Iacocca teve um papel protagonista em muitos dos marcos do automobilismo norte-americano moderno, como a criação dos míticos Ford Mustang e Mustang Shelby GT350, e o nascimento do conceito de monovolume moderno.

Na semana passada (02/07) chegou a notícia do falecimento de Lido Anthony ‘Lee’ Iacocca, um dos poucos executivos da indústria que conseguiu adquirir o status de superestrela. O que não é nenhuma surpresa se levarmos em conta a impressionante bagagem deste engenheiro nascido na Pensilvânia no dia 15 de outubro de 1924.

A carreira de Lee Iacocca foi dividida entre a Ford, onde alcançou a fama como executivo de alto nível, e Chrysler, onde atuou como CEO até o início da década de 90, sendo um dos principais responsáveis pela reabilitação da empresa. Sua longa trajetória na indústria começou como engenheiro na Ford, embora pouco depois passasse ao departamento de marketing e ventas, onde se destacou tanto que foi requerido na central da marca em Dearborn.

Ali foi uma peça fundamental no lançamento de modelos como o Ford Mustang e o relançamento da marca Mercury, desaparecida há poucos anos, e foi precisamente um modelo o que provocou a saída de Iacocca da Ford depois de 32 anos de uma brilhante carreira, o malogrado Ford Pinto e seu problema de incêndios espontâneos. Já que devido a um erro de desenho, os choques na parte traseira do modelo podiam provocar danos graves no tanque de combustível, com as evidentes consequências. Isto foi um enorme escândalo midiático na época e Iacocca foi um dos principais responsáveis e o executivo de maior nível que caiu por este fato. Como era esperado, os que portavam o sobrenome Ford não foram despedidos como tal.

No entanto, Iacocca passou neste momento a integrar as fileiras da Chrysler, que precisamente se encontrava na ocasião em maus momentos, de modo que a partir de 1978 Iacocca tornou-se o CEO da Chrysler, onde continuou colhendo enormes êxitos.

Iacocca chegou à Chrysler com muitas ideias que nunca foram realizadas na Ford, como foi o caso do conceito de monovolume moderno, rapidamente lançado no final dos anos 70 e que deu como resultado o bem-sucedido Plymouth Voyager, que estreou e popularizou o segmento dos monovolumes.

Lee Iacocca também trouxe da Ford sua magnífica relação com Carroll Shelby, com quem protagonizou não poucas anedotas, como a criação do mítico Shelby GT350, quando Iacocca solicitou a Shelby a criação de uma verdadeira versão esportiva baseada no Mustang e este lhe disse que era impossível, ao que Iacocca lhe contestou que não estava perguntando, mas ordenando, já que Shelby trabalhava para ele.

A relação de Carroll Shelby com o grupo Chrysler deu lugar a numerosas versões esportivas, no entanto, o projeto mais célebre foi o Dodge Viper, criado como uma homenagem ao Shelby Cobra da década de 60, que curiosamente se tratava de um modelo e projeto relacionado com a Ford.

O legado de Iacocca e seus colaboradores é imenso e ainda podemos encontrar alguns dos modelos que ajudou a criar, como é o caso do Mustang, hoje em dia um ícone da Ford e que também teve uma versão Iacocca Edition, criada pela Galpin Auto Service em homenagem ao executivo.

Confira as Fotos